Carregando 0.00%

A VOZ DE MARIA IRRADIANDO A PAZ

Papa inicia novo ciclo de catequeses: A Missa é a fonte da vida do cristão


Vaticano, 08 Nov. 17 / 08:15 am (ACI).- O Papa Francisco deu início a um novo ciclo de catequeses sobre a “Santa Missa”, que desenvolverá a cada quarta-feira durante a Audiência Geral. Esta semana foi a primeira e nela explicou as razões que o levaram a escolher este tema.


Estas catequeses “dirigirão o olhar para o ‘coração’ da Igreja, isto é, a Eucaristia”. “É fundamental para nós cristãos compreender bem o valor e o significado da Santa Missa, para viver sempre mais plenamente o nosso relacionamento com Deus”.


O Pontífice pediu que não se esqueça do “grande número de cristãos que, no mundo inteiro, em 2000 anos de história, resistiram até a morte para defender a Eucaristia; e quantos ainda hoje arriscam sua vida para participar na Missa dominical”.


Citou como exemplo a perseguição que, no ano 304, um grupo de cristãos sofreu no norte da África e o testemunho que deram. “Interpela todos e pede uma resposta sobre o que significa para cada um de nós participar do Sacrifício da Missa”.


Francisco recordou que “‘Eucaristia’ significa ‘ação de graças’: agradecimento a Deus Pai, Filho e Espírito Santo, que nos envolve e nos transforma em sua comunhão de amor”.


“O Concílio Vaticano II foi fortemente animado pelo desejo de levar os cristãos a compreender a grandeza da fé e a beleza do encontro com Cristo” e, “por isso”, era necessário, antes de tudo, promover, com a guia do Espírito Santo, uma adequada renovação da liturgia, para que a Igreja continue viva e se renove graças a ela”.


O Papa destacou a importância da “formação litúrgica dos fiéis” que é “indispensável para uma verdadeira renovação”. “Esta é justamente a finalidade do clico de catequeses que hoje iniciamos: crescer no conhecimento do grande dom que Deus nos doou na Eucaristia”.


“A Eucaristia é um acontecimento maravilhoso, no qual Jesus Cristo, nossa vida, se faz presente” e “os sacramentos, e a celebração eucarística de modo particular, são sinais do amor de Deus, as vias privilegiadas para nos encontrarmos com Ele”.